A história do Escotismo

Grupo Escoteiro K2 - 89º/SP

Há mais de 40 milhões de escoteiros, jovens e adultos, homens e mulheres, em mais de 200 países e territórios.

Cerca de 500 milhões de pessoas foram escoteiros, incluindo pessoas proeminentes em todos os campos.

O PRINCÍPIO

O movimento escoteiro começou em 1907, na Inglaterra, com um acampamento experimental com 20 meninos que aconteceu em agosto deste ano.

Este acampamento foi idealizado e organizado por Robert Baden-Powell, tenente-general do Exército Britânico e fundador do escotismo.

O acampamento foi um sucesso atraindo a atenção de muitos jovens.

No ano seguinte, Baden-Powell publicou a primeira edição do livro “Escotismo para meninos” (Scouting for Boys) que vendeu mais de 100 milhões de cópias, tornando-se um dos livros mais vendidos de todos os tempos.

Para sua surpresa, os jovens da Inglaterra começaram a se organizar no que viria a se tornar um dos maiores movimentos voluntários da juventude no mundo.

EXPANSÃO DO MOVIMENTO

Em 1909, o livro Escotismo para rapazes foi traduzido para cinco idiomas. Ainda neste ano aconteceu um comício de escoteiros em Londres atraiu mais de 11.000 escoteiros.

A chegada da Primeira Guerra Mundial, em 1914, poderia ter provocado o colapso do Movimento, mas o treinamento provido através do sistema de patrulha provou seu valor.

Os líderes de patrulha assumiram quando os líderes adultos se voluntariaram para o serviço ativo.

Os escoteiros contribuíram para o esforço de guerra na Inglaterra de muitas maneiras; Os mais notáveis, talvez, foram os Escoteiros do Mar, que tomaram o lugar dos guardas costas regulares, liberando-os para o serviço.

O primeiro Jamboree Mundial ocorreu em 1920 com 8.000 participantes e provou que jovens de diferentes nações poderiam se reunir para compartilhar interesses e ideais comuns. Desde o primeiro Jamboree Mundial no Olympia em Londres, houve outros 21 em diferentes locais.

Durante o Jamboree, a primeira Conferência Mundial de Escoteiros (então chamada de “Conferência Internacional de Escoteiros”) foi realizada com 33 Organizações Nacionais de Escoteiros representadas.

O Bureau Internacional dos Escoteiros, que mais tarde se tornaria o Bureau Mundial dos Escoteiros, foi fundado em Londres em 1920.

Em 1922, o primeiro Comitê Escoteiro Mundial foi eleito na 2ª Conferência Internacional em Paris, onde 31 Organizações Escoteiras Nacionais estavam representadas. A filiação mundial foi de pouco mais de 1 milhão.

O PROGRAMA DOS PRIMEIROS ESCOTEIROS

O escotismo começou como um programa para meninos de 11 a 18 anos de idade. No entanto, quase imediatamente outros também quiseram participar.

O programa Girl Guides foi iniciado em 1910 por Baden-Powell. Sua esposa Olave, com quem se casou em 1912, tornou-se o guia principal.

Uma seção do filhote de lobo foi formada para meninos mais novos. Usou o “Jungle Book”, de Rudyard Kipling, para fornecer uma estrutura simbólica imaginativa para as atividades. Para meninos mais velhos, um ramo escoteiro foi formado.

AS GUERRAS MUNDIAIS

Entre as duas guerras mundiais, o escotismo continuou a florescer em todas as partes do mundo – exceto nos países totalitários, onde foi proibido. O escotismo é voluntário e baseado em princípios democráticos.

Durante a Segunda Guerra Mundial, os Escoteiros realizaram muitas tarefas de serviço – mensageiros, firewatchers, maquinas, coletores de salvamento e assim por diante.

Nos países ocupados, o escotismo continuou em segredo, com os escoteiros desempenhando papéis importantes na resistência e nos movimentos clandestinos.

Depois que a guerra terminou, descobriu-se que o número de escoteiros em alguns países ocupados havia, de fato, aumentado.

OS ANOS 60, 70 e 80

Muitos países conquistaram sua independência durante esses anos. O escotismo nos países em desenvolvimento gradualmente evoluiu para ser um programa para jovens que foi projetado por líderes escoteiros em cada país para melhor atender às necessidades de suas comunidades.

Escoteiros, particularmente nos países em desenvolvimento, envolveram-se mais em questões como saúde infantil, moradia de baixo custo, alfabetização, produção de alimentos e agricultura, capacitação profissional, etc.

A prevenção do abuso de drogas, o treinamento de habilidades para a vida, a integração dos deficientes, a conservação e educação ambiental e a educação para a paz tornaram-se questões de preocupação para os escoteiros em todo o mundo.

ERA PÓS-COMUNISTA

Nos anos 1990, o Escotismo renasceu em todos os países onde existia antes da Segunda Guerra Mundial, e começou nos países recém-independentes da Comunidade dos Estados Independentes (antiga URSS).

100 ANOS DEPOIS

Em 2007, o Movimento comemorou seu centenário – 100 anos de Escotismo. O que começou como um pequeno acampamento na Ilha Brownsea é hoje um Movimento crescente com membros em quase todos os países do mundo.

Através de sua combinação única de aventura, educação e diversão, o Escotismo consegue renovar e adaptar-se continuamente a um mundo em mudança e às diferentes necessidades e interesses dos jovens em todo o mundo.

Ao fazê-lo, continua a ser uma inspiração para os jovens se tornarem cidadãos locais e globais ativos, ajudando-os a criar um mundo melhor.

CONHEÇA TAMBÉM

PROMESSA E LEI

EnglishFrenchPortugueseSpanish